Home Atas Ata
Câmara Arcoverde 25/03/2019

ATA DA 8ª (OITAVA) SESSÃO ORDINÁRIA DO 1º (PRIMEIRO) PERÍODO LEGISLATIVO, EM 25 (VINTE E CINCO) DE MARÇO DE 2019 (DOIS MIL E DEZENOVE).

Aos vinte e cinco dias do mês de março de dois mil e dezenove, às dezenove horas e trinta minutos, na Câmara de Vereadores, estiveram presentes para a oitava sessão ordinária do primeiro período legislativo os (as) seguintes vereadores (as):Cleriane Alves, Cybelle Gomes, Everaldo Lira, Geraldo Vaz, João Batista, João Heriberto, Luíza Margarida, Wevertton Barros e Zirleide Monteiro,sob a Presidência da vereadora Célia Galindo. A sessão foi declarada aberta com as palavras da presidente que cumprimentou os presentes. De imediato, passou a palavra ao 1º Secretário para a leitura do expediente do dia que constou de: Ofício s/ nº do senhor José Gilberto de Moura que solicitou o uso da tribuna populare que falaria sobreos danos causados pelas fortes chuvas que caíram no último dia vinte e três de março no Bairro Coliseu. Encerrada a leitura, a presidente iniciou o PEQUENO EXPEDIENTE e liberou a palavra à vereadora ZIRLEIDE MONTEIRO. Requereu à prefeita: 1.a) Repor o calçamento na Reitoria São Miguel – São Miguel; b) Substituir luminárias nos postes das ruas: São Vicente e Vitorino Pacheco – São Miguel e Pça. Manoel Caetano de Brito – Centro; c) Retirar metralhas e capinar as ruas: Maria Betânia – COHAB II, d) Manoel Sinuca Mulatinho e Joaquim Soares – Santa Luzia e no cemitério São Miguel; Idelfonso Freire, Luíza Herculano e Av. Magalhães de França – Centro;e) Desobstruir as galerias das ruas: Arcelino de Brito – Boa Vista e Trav. Leôncio de Melo – São Cristóvão; f) Colocar pó de brita, substituir luminárias, capinar e retirar metralhas na Rua Eugênio Gonçalves de Souza, antiga 1º de Setembro – São Cristóvão; 2) Fazer manutenção na rede de distribuição d’água das ruas: Sérgio de Souza Padilha e Av.José Magalhães de França – Centro.Aprovados com a associação de Célia, João Batista e João Heriberto.CLERIANE ALVES. Requereu à prefeita: 1.a) Repor o asfalto na Av. José Bonifácio, em frente à Retífica São Cristóvão – São Cristóvão; b) Repor o calçamento na Av. José Bonifácio, em frente à loja de plantas Portal do Sertão – São Cristóvão; c)Retirar metralhas das ruas: José de Oliveira Calado e Rua 02 -0 COHAB II – São Cristóvão; Rua Serafim de Brito – São Miguel e Rua Arcelino de Brito – Boa Vista; d) Substituir luminárias nos postes das ruas; Cícero Monteiro de Melo – São Cristóvão e revisão no loteamento Maria de Fátima; 2) Moção de aplauso à equipe do SOS rins, pela realização da campanha e palestras sobre o ICM (Índice de Massa Corpórea); 3) Leitura da nota de esclarecimento sobre as chuvas do dia 23 de março. Não foram aprovados devido à ausência da vereadora Cleriane no plenário.CYBELLEGOMES.Requereuàprefeita: 1.a) Revitalizar a Pça. Jairo Freire – São Cristóvão; b) Retirar metralhas das ruas: Alfredo de Souza Padilha e Nilo Claudino Felipe – São Cristóvão e Bela Vista – Boa Vista; c) Calçar a Rua 22 de março – Boa Vista; d) Substituir luminárias nos postes da Rua Teixeira de Freitas – São Cristóvão. Aprovados.  JOÃO HERIBERTO. Requereu à prefeita. 1.a) Desobstruir a galeria da RuaBianor Rodrigues de Freitas – São Cristóvão; b)Construir uma ponte na RuaCapitulino Feitosa, em frente à UNOPAR; C) Consertar o calçamento da Rua José de Oliveira Calado – São Cristóvão; d) Fazer o calçamento das ruas: Quênia, Ruanda, Serra Leoa,Viena e Iraque – Loteamento Petrópolis; 2) Moção de Pesar aos familiares de José Oliveira da Silva (Zé Macaco) em virtude de seu falecimento. Aprovados com a associação de todos os vereadores.LUÍZA MARGARIDA. Requereu à prefeita. 1.a) Desobstruir a galeria da Rua Guanabara – São Cristóvão; b) Repor o calçamento da Rua José Bezerra de Carvalho – Alto Cardeal; c) Substituir as luminárias na Pça.da COHAB II. Aprovados.JOÃO BATISTA. Requereu à prefeita: 1.a) Fazer um retorno na Av. José Bonifácio em frente à loja Bigode Pneus. Aprovado com a associação de todos os vereadores.WEVERTTON SIQUEIRA. Requereu àprefeita: 1.a)Buscar parcerias com o Estado e a União para disponibilizar, na rede pública municipal de saúde, vacinas de proteção contra a Meningite “B”; b) Disponibilizar um dentista nos finais de semana na UPA Dia; c) Fazer a capinação e revisar as luminárias na Av. José Bonifácio – São Cristóvão; d) Retirar o lixo em torno da Escola Adalgiza Cavalcante – São Cristóvão;e) Fazer a galeria da Rua 12 – COHAB II; F)Repor o calçamento da Rua 07 – COHAB II. Aprovados.Encerrado o pequeno expediente, a presidente convidou o vereador Wevertton Siqueira para que desse acesso ao plenário, o senhor Gilberto de Moura queagradeceua Célia o deferimento do ofício solicitando a tribuna. Saudou a todos em nome dela. Falou que representaria duzentas famílias do Bairro Coliseu e relatou alguns danos provenientes das chuvas no último dia vinte e três. Pediu esclarecimentos à prefeita quanto à falta de iluminação pública e onde estaria sendo investido o valor da taxa, como também, uma vistoria no Bairro Coliseu. Solicitou da prefeita que cuidasse por igual os bairros e não desse exclusividade ao Bairro JK. Pediu o empenho de todos os vereadores para solucionar os problemas do Bairro Coliseu.  De imediato, a presidenteiniciouaoGRANDE EXPEDIENTEe outorgou a palavra à vereadora ZIRLEIDE MONTEIRO. Enfatizou o problema da Rua Edilberto de Araújo Meira e falou que já fizera vários requerimentos em prol daquela rua e a prefeita não tomara nenhuma providência. Disse que durante os seis anos e três meses de mandato, só foram executados trabalhos paliativos. Todos os bairros foram danificados e a chamada “força tarefa nada fez” a não ser no Senadinho no centro da cidade. Sugeriu que a prefeita viesse à Câmara de Vereadores e que os microfones fossem abertos para que a população apresentasse suas reivindicações. CÉLIA GALINDO. Falou que deveria ser feito um estudo por um engenheiro, sugerindo o nome de Antônio Kehrle, jáconhecedor desses problemas de Arcoverde. Falou sobre o desmatamento na cidade e citou o Bairro Sucupira, onde fora iniciada a passagem da Transnordestina. Citou o problema das inundações no Bairro Coliseu, advindos do loteamento Maria de Fátima e outros loteamentose como não teria condições de conter as águas, escoavam pelas ruas. Comentou que o hospital regional de Arcoverde estaria inundado com água de esgoto e que funcionários estavam fazendo a limpeza, enquanto umas cinquenta pessoas aguardavam atendimento médico. Sugeriu que a prefeita fizesse um decreto de calamidade pública no município para serviços de emergência. Informou que os problemas do Loteamento Maria de Fátima seriam resolvidos através do Ministério Público Federal e dos técnicos da Caixa Econômica Federal. Relatou não ter lá sinalização, acostamento e iluminação, sendo tudo isso obrigação do governo do estado, porque se tratava de uma PE. Disse que a prefeita não iria autorizar a construção de novos loteamentos, enquanto não houvesse um estudo técnico e lembrou que os códigos de postura e obras precisariam ser revistos.CLERIANE ALVES. Disse que a Casa estaria solidária com a situação das famílias em virtude dos danos ocasionados pelas chuvas e enfatizou a necessidade de dar prioridade à drenagem das águas. Informou que o Ministério Público não se posicionou quanto aos problemas do residencial Maria de Fátima. Mostrou-se solidária e se dispôs a ajudar no que fosse preciso. CYBELLE GOMES.  Falou que a cidade precisaria sair daquela situação. “A ação errada do homem ajudou a prejudicar a ação da natureza”, disse a vereadora. A medida,a curto prazo, deveria ser tomada imediatamente. Em aparte, Célia disse que marcaria uma reunião com a prefeita e uma comissão dos moradores no dia seguinte com a finalidade de tratarem dos assuntos inerentes às chuvas e osdanos.Cybelle, concluindo, mostrou-se preocupada com o desmatamento nas encostas e a drenagem das águas que foram executadas de má qualidade, citando o Loteamento Maria de Fátima. LUÍZA MARGARIDA.Falou que a população poderia contar com o apoio dela e que estaria na reunião com a prefeita. EVERALDO LIRA.  Disse que gostaria de estar comemorando a chegada das chuvas e, no entanto, mostrou-se solidário com as famílias. Salientou a importância do decreto de calamidade público sugerido pela presidente Célia, como também, o convite ao engenheiro civil AntônioKehrle . Disse que a prefeita estaria solidária com as famílias. Mostrou-se preocupado com o desmatamento descontrolado, já que Arcoverde era uma cidade rodeada de serras.WEVERTTON SIQUEIRA. Solidarizou-se com os moradores da Rua Edilberto de Araujo Meira, Trav. 21 de Janeiro - São Geraldo e no Bairro Coliseu, como em toda a cidade. Falou que a prefeita estava preocupada com a situação, tentando resolver os problemas. Não houve mais nenhum (a) vereador (a) a fazer uso da palavra.  A Presidente deu por encerrada a sessão, agradeceu a presença de todos e convidou-os para a próxima sessão no dia 1º de abril. Nada mais a ser deliberado na Ordem do Dia eu, Maria Mônica Côrte Real Ribeiro secretário Ad-hoc para esta sessão, redigi e digitei a presente ata, a qual será transcrita por Maria de Fátima Elizeu Lima.