Home Atas Ata
Câmara Arcoverde 03/09/2018

ATA DA 4ª (QUARTA) SESSÃO ORDINÁRIA DO 2º (SEGUNDO) PERÍODO LEGISLATIVO, EM 03 (TRÊS) DE SETEMBRO DE 2018 (DOIS MIL E DEZOITO).

Ao terceiro dia do mês de setembro do ano dois mil e dezoito, às dezenove horas e trinta minutos, na Câmara de Vereadores, estiveram presentes para a quarta sessão do segundo período Legislativo os (as) seguintes vereadores (as): Cleriane Alves, Cybelle Gomes, Everaldo Lira, Geraldo Vaz, João Batista, João Heriberto, Luíza Margarida, Wevertton de Siqueira e Zirleide Monteiro, sob a Presidência da vereadora Célia Almeida. A sessão foi declarada aberta com as palavras da presidente que saudou a todos. Lida, foi aprovada a ata da sessão anterior em Primeira e Segunda votação. Informou-se que faria uso da Tribuna Popular, conforme deferimento do ofício s/n 2018, Maria de Fátima da Fonseca Arcoverde, que falaria da Lei criada sobre a segregação de massa do FUNPREMARC e suas consequências aos aposentados. Logo após, liberou a palavra ao Primeiro Secretário para a leitura do expediente do dia que constou de: Ofício s/n/2018 do uso da Tribuna Popular, conforme relatado acima. Logo após, a Presidente deu início ao PEQUENO EXPEDIENTE e outorgou a palavra à vereadora ZIRLEIDE MONTEIRO. Requereu à Prefeita: 1. a) Substituir luminárias nos postes do cruzamento da Av. Severiano José Freire com a Rua Aprígio Estêvão Tavares; b) Repor o calçamento da Rua Manoel Sinuca Mulatinho – São Geraldo e no cruzamento da Rua David Liberalino de Souza com a Av. Dom Pedro II; c) Saneamento básico e calçamento na Rua Viena; d) Repor a lajota da galeria da Rua 31 de Março – São Geraldo; e) Retirar metralhas e fazer a capinação das ruas: Petronila Jé – São Geraldo e Cristóvão Colombo – São Cristóvão; f) Manutenção ou o aterramento da piscina do Campus da AESA – São Cristóvão. Aprovados com a associação dos vereadores: Célia, Cleriane, Cybelle, João Batista, João Heriberto e Wevertton. JOÃO HERIBERTO. Requereu à Prefeita: 1.a) Calçar as ruas: Aprígio Estêvão Tavares – Centro e Calu Filho – Vila do Presídio; b) Substituir luminárias nos postes das ruas: Josino Severo de Araújo e Félix Pascoal – São Cristóvão; c) Consertar o calçamento das ruas: 29 de Junho – Boa Esperança e Magalhães Porto – Tamboril. Aprovados com a associação de Cybelle e Zirleide. CLERIANE ALVES. Requereu à Prefeita: 1.a) Desobstruir as galerias de todo residencial Maria de Fátima Freire – Cidade Jardim; b) Revitalizar o camelódromo da feira do Paraguai – Centro; c) Substituir luminárias nos postes da Rua 15 de Setembro – São Cristóvão; 2) Moção de Aplauso à Filarmônica Joaquim Belarmino Duarte, na pessoa de seu maestro Ronaldo Bezerra Carvalho pelos 90 anos de fundação. Aprovados com a associação de Everaldo e Luíza e subscrito por Célia. CYBELLE GOMES. Requereu à Prefeita: 1.a) Fechar a galeria da Rua 21 de Janeiro – São Geraldo; b) Construir uma ponte sobre o canal do Riacho do Mel, nas proximidades da UNOPAR; c) Substituir luminárias do sítio Batalha e Pedra Vermelha. Aprovados com a associação de Cleriane, João Batista, João Heriberto e Zirleide. JOÃO BATISTA. Apresentou Projeto de Lei s/n/2018, EMENTA: “Modifica nome de Rua e dá outras providências”; Modifica o nome da Rua Projetada para Rua Escritor Machado de Assis. A Presidente enviou o Projeto de Lei para as Comissões de Legislação, Justiça e Redação Final. WEVERTON DE SIQUEIRA. Requereu à Prefeita: 1.a) Desenvolver na rede municipal de ensino um Programa de Sustentabilidade Ambiental; b) Implantar faixa de pedestre na Av. Joaquim Nabuco, em frente ao Bonanza supermercado; c) Firmar um convênio entre o município e a UPE Arcoverde, no sentido de fazer campanhas periódicas de saúde bucal com os alunos da rede municipal de ensino; d) Repor o calçamento e complementar o asfalto na Av. Leonardo Arcoverde; e) Retirar o lixo na lateral da escola Adalgiza Cavalcante, Complementar o calcamento da Rua Calu Filho, Manoel Firmino, Padre Cícero, José Lopes e Laércio de Sá – Vila do Presídio. Aprovado com a associação de todos os vereadores. LUÍZA MARGARIDA. Requereu à Prefeita: 1. a) Complementação da galeria e do calçamento da Rua Manoel Teófilo – São Cristóvão; 2) Moção de Pesar aos familiares de Mardônio Japiassu em virtude de seu falecimento. Aprovados. Este, subscrito por todos os vereadores. Encerrado o Pequeno Expediente a Presidente informou que Maria de Fátima que faria uso da Tribuna Popular, telefonara informando o adiamento para outra data do uso da Tribuna. Logo em seguida, foi dado início ao GRANDE EXPEDIENTE liberando a palavra à vereadora CYBELLE GOMES. Falou sobre o meio ambiente na área do município e do crescimento desordenado, causando impactos contra a natureza, como o desmatamento. Tal situação, disse ela, deve ser fiscalizada pela prefeitura com responsabilidade. Quando chove causa alagamentos, obstruções de galerias e outros problemas. ZIRLEIDE MONTEIRO. Falou dos problemas de Arcoverde: Lixo, galerias estouradas, escuridão. Fez críticas sobre o nepotismo existente na administração municipal. “A prefeita está infringindo a lei” disse Zirleide. Falou que o padre Aírton Freire resolveu usar a igreja para fazer política partidária e citou a presença do deputado estadual Waldemar Borges, a prefeita e a vereadora Luíza durante uma missa. Lembrou que há pouco tempo, Pe. Aírton ameaçou a prefeitura com a vinda da polícia federal para fazer fiscalização. Disse que o ministério público estava atuando e breve o povo de Arcoverde tomaria conhecimento das irregularidades da prefeitura. Falou que, na última sexta-feira, estivera com o deputado estadual Romero Filho e fez várias visitas na zona rural e no bairro do São Geraldo. Zirleide disse do comprometimento de Romero Filho com a cidade e de alocar emendas para o desenvolvimento de Arcoverde. Denunciou que fora à UPAE e, na ocasião, não tinha nenhum médico para fazer o atendimento aos pacientes. Comentou que precisou fazer a transferência de um paciente do hospital regional de Arcoverde para fazer uma cirurgia na cidade do Recife e não havia uma ambulância. LUÍZA MARGARIDA. Falou que havia quinze dias estivera na Fundação Terra e o Pe. Aírton convidara o deputado estadual Waldemar Borges para visitar a fundação e o deputado Waldemar Borges ligou para ela convidando-a para irem à Fundação Terra. Pe. Aírton convidou Waldemar Borges para falar e depois pediu a ele para alocar emendas para a Fundação Terra. Fez comentários sobre os trabalhos da Fundação e do número de pessoas que são atendidas. CÉLIA ALMEIDA. Requereu à Prefeita: 1.a) Desobstruir a galeria próxima ao TRE – São Miguel. Disse que as pessoas podem enganar outras pessoas, mas, não enganam a Deus. Falou que não havia sido a prefeita quem levou o deputado Waldemar Borges à Fundação Terra, foi outra pessoa. Política e religião não se misturam. Disse que o Pe. Aírton cobrou quase cinco milhões de reais para a Fundação Terra. Ela pediu à prefeita a limpeza do bairro do Tamboril e informou que o asfalto da UPE seria concluído em breve. Defendeu a faculdade gratuita e lembrou a conquista de Mendoncinha com o FIES. Aprovado o requerimento. Não havendo mais nenhum (a) vereador (a) a fazer uso da palavra, a senhora Presidente deu por encerrada asessão, agradecendo a presença de todos e os convidando para a próxima sessão no dia 12 de setembro, às 19h30. Nada mais a ser deliberado na Ordem do Dia eu, Maria Mônica Côrte-Rea l Ribeiro, secretária Ad-hoc para esta sessão, redigi e digitei a presente ata a qual será transcrita por Maria de Fátima Elizeu Lima.